Sites Grátis no Comunidades.net
3. CONHECENDO A ESTRUTURA DO EVANGELHO DE LUCAS

 Conhecendo a estrutura do texto

     O autor do evangelho de Lucas tem grande habilidade para escrever, conhece e emprega muito bem as regras literárias do seu tempo. Ele está preocupado em apresentar, de maneira ordenada e clara, os acontecimentos a respeito de Jesus desde as origens. Por meio de seu escrito, a pessoa que lê é transportada para o contexto e o tempo de Jesus na Judeia e na Galileia.

     Olhando o conjunto do evangelho de Lucas acerca das atividades de Jesus, podemos perceber que há uma organização geográfica cujo percurso é a Galileia, o caminho, ou a subida para Jerusalém, e a cidade de Jerusalém. A partir desse ponto de vista, após a apresentação do nascimento de João Batista e de Jesus (Lc 1,5-2,52) e a preparação para o ministério de Jesus (Lc 3,1-4,13), o evangelho pode ser dividido em três partes:

 

1. • A atividade de Jesus na Galileia (Lc 4,14–9,50).

2. • A viagem para Jerusalém (Lc 9,51–19,28).

3. • Em Jerusalém (Lc 19,29–24,53).

 

     Na primeira parte, acompanhamos os passos de Jesus na Galileia não como os fariseus e os doutores que murmuram e armam ciladas para Jesus,  mas com a disposição de aprender dele a solidariedade com as pessoas marginalizadas. Impulsionado pelo Espírito, Jesus parte de Nazaré para Cafarnaum (Lc 4,31), anuncia a palavra de Deus à  margem do lago da Galileia (Lc 5,1), percorre cidades e aldeias (Lc 5,12; 8,1), sobe à montanha  para rezar (Lc 6,12), anuncia num lugar plano (Lc 6,17), retorna a Cafarnaum (Lc 7,1) e, em seguida, vai  para Naim (Lc 7,11).

     Entrando na segunda parte, viajamos com Jesus para Jerusalém. No caminho, Jesus ensina a seus discípulos o amor ao próximo, a importância de ouvir e praticar a palavra, o valor da oração, o cuidado com a administração dos bens, a misericórdia e o cuidado especial com as pessoas pobres e marginalizadas. Em vários momentos, o autor reforça que Jesus segue para Jerusalém (Lc 9,51.53; 13,22; 17,11; 19,11.28.41).

     Chegando a Jerusalém, entramos na terceira parte, Jesus aparece no Templo e enfrenta as autoridades judaicas: “Minha casa será uma casa de oração. Vós, porém, fizestes dela um covil de ladrões” (Lc 19,46). Jesus permanece na cidade até o fim de sua vida. Aí vive o mistério de sua paixão, morte e ressurreição.

     Seguir Jesus significa colocar-se ao lado das pessoas marginalizadas e excluídas da história. Mesmo correndo risco de morte, Jesus não recua, mas segue adiante e paga com sua própria vida: ele é crucificado. Mas a morte não tem a última palavra: ele ressuscita, está vivo e caminha conosco. A missão continua amparada pelo Espírito de Deus.

 

Um roteiro para ler o evangelho de Lucas

     Desde as primeiras páginas do evangelho de Lucas, Jesus é proclamado o Salvador enviado por Deus (Lc 1,46b-47). É tempo de renovar a esperança e a fé na presença de Deus que visita o seu povo. Esse evangelho apresenta uma releitura da vida e da prática de Jesus com a intenção de ajudar as comunidades cristãs a retomar o seguimento de Jesus. Acompanhando os passos de Jesus nesse evangelho, descobrimos a presença de um Deus amoroso e compassivo.

 ----------------------------------------

Fonte http://leituraorante.comunidades.net/1-caminho-aberto-para-o-proximo