Hospedagem de Sites com cPanel, Domínio, Emails, PHP, Mysql, SSL grátis e Suporte 24h
Lc 2,1-7 - O NASCIMENTO DE JESUS

O NASCIMENTO DE JESUS

(Mt 1,18-25)

 

2,1 Naqueles dias, o (imperador) Cesar Augusto

                      publicou um decreto,   

                      ordenando o recenseamento em todo o império.

2 Esse primeiro recenseamento foi feito quando

                     Quirino era governador da Síria.

3 Todos iam registrar-se, cada um na sua cidade natal.  

4 José era da família e descendência de Davi(4/6).

    Subiu da cidade de Nazaré, na Galiléia,

    até à cidade de Davi(5/6), chamada Belém, na Judéia,  

5 para registrar-se com Maria, sua mulher,

                                                 que estava grávida.   

6 Enquanto la estavam,

                   se completaram os dias para o parto, 

7                 e ela deu à luz o seu filho primogênito.

                   Ela o enfaixou, e o colocou na manjedoura,

                   pois não havia lugar para eles dentro da casa.

 *************

* 2,1-7: O recenseamento ordenado pelo imperador era instrumento de dominação, já que possibilitava saber quantas pessoas deviam pagar o tributo. Dentro dessa situação de dominação nasce Jesus, o Messias, que desde o primeiro instante de sua vida se identifica com os pobres.

 

1-2 - Por que Lucas precisa bem o tempo do nascimento de Jesus?
        Para mostrar que não é imaginação lendária esse nascimento, mas um fato inserido na história.

4 - Por que é que Maria também acompanhou José?
     Os romanos submetiam à lei do imposto pessoal também as mulheres dos 12 aos 60 anos.

7a - "Primogênito" não faz supor que Maria teve mais filhos?
       Entre os judeus o primeiro filho homem recebia, oficialmente o título jurídico de "primogênito" (Ex 13,2; Nm 3,11-13), nascesse ou não outro filho depois. Pelo primogênito deviam ser oferecidos sacrifícios determinados pela lei e outros deveres. 
       Em 1922, em Tell el Yeduieh, no Egito, foi encontrado este epitáfio numa sepultura: "Arsinoé, falecida ao dar à luz o primogênito".

7b - Confirma-se a tradição da gruta no fundo dum estábulo como lugar onde nasceu Jesus?
       O primeiro que no-la transmitiu por escrito foi S. Justino, no ano 150, afirmando que Jesus nasceu numa gruta que servia de abrigo aos animais durante o frio. Adriano, imperador romano, já em 135 havia mandado colocar a estátua do Deus Adônis na gruta onde os cristãos cultuavam o nascimento de Jesus.
      Constantino Magno retirou essa estátua pagã e construiu no local a grande Basílica da Natividade, restaurada em 550. A cripta, vista até hoje, onde nasceu Jesus corresponde à gruta. O lugar é marcado por uma estrela de prata e a inscrição: "Aqui, da virgem Maria nasceu Jesus Cristo!". S. Gerônimo e S. Ambrósio mencionam o burrinho e a vaca, lembrando Is 1,3: "Conhece o boi seu Dono e o jumento a manjedoura do seu Possuidor, mas Israel não tem conhecimento, o seu povo não entende". É provável ter sido uma cocheira tendo ao fundo uma gruta.

7c - Como se confirma o nascimento à noite e não de dia?
       Os pastores da guarda noturna é que foram chamados pelo anjo (v. 8).

7d - Por que Lucas deu maior valor que Marcos à narração do nascimento de Jesus?
       Lucas escreveu anos após Marcos, quando já apareciam as primeiras heresias (o docetismo) negando a verdadeira humanidade de Cristo, heresias ainda não vivas no tempo de Marcos. Lucas necessitava realçar a perfeita humanidade do Senhor, seu nascimento e sua infância. A pregação apostólica de início concentrou-se no anúncio do mistério salvífïco da Paixão, Morte e Ressurreição do Senhor. Depois cresceu o interesse humano e natural entre os judeu-cristãos de saber a que tribo pertencia Jesus, quem eram seus pais. É por isso que Mateus começa pela genealogia de Jesus.


      Fiel cumprimento dos deveres civis mesmo à custa de sacrifícios.
      Num presépio utilizado para dar alimento aos animais nasceu o Senhor do
universo, o Rei dos reis, o Todo-Poderoso. Aquele que foi a maior expectação de
Israel, o Salvador do mundo!! Um abismo chama outro (SI 42,8). "Sendo rico, fez-se pobre por vosso amor, a fim de enriquecer-vos com sua pobreza!" (2Cor 8,9 Cf. Lc 9,58; Jo 1,11). Quem sou eu para buscar grandeza nas vaidades e nos bens
transitórios do mundo?

     De Isabel se diz: "deu à luz um menino" (1 ,57); de Maria está escrito: "deu à luz o SEU Filho" (2,7), alusão à concepção virginal de Maria: Jesus é só filho de
Maria!