Criar uma Loja Virtual Grátis
Lc 2,25-38 - O VELHO SIMEÃO E PROFETIZA ANA

O VELHO SIMEÃO

 

2,25 Havia em Jerusalém(2/6)

        um homem chamado Simeão.

             Era justo e piedoso.

             Esperava a consolação de Israel,

                    e o ESPÍRITO SANTO(5/7) estava com ele.  

26 O ESPÍRITO SANTO(6/7) tinha revelado a Simeão

             que ele não morreria sem primeiro ver

     o CRISTO do SENHOR(26/28).  (Cf.:1,43; 2,11; 2,26; 1,35; 1,49)

2,27 Movido pelo ESPÍRITO (Santo) (7/7),

        Simeão foi ao Templo.

        Quando os pais levaram o menino JESUS(3/7),

        para cumprirem as prescrições da Lei a respeito dele, 

28  Simeão tomou o menino nos braços,

      e louvou a DEUS(17/21), dizendo:

 

 

O ‘NUNC DIMITTIS’

(O CÂNTICO DE SIMEÃO)

 

2,29   "Agora, Soberano SENHOR(27/28),

               conforme a tua palavra(r`h/ma,),

               podes deixar o teu servo partir em paz(3/3). 

30           Porque meus olhos viram a tua salvação, 

31           que preparaste em face de todos os povos:  

32           luz para iluminar as nações

               e glória do teu povo, Israel."

 

A PROFECIA DE SIMEÃO

(JESUS, SINAL DE CONTRADIÇÃO)

 

2,33    O pai e a mãe estavam maravilhados (qauma,zontej)

                         com o que se dizia do menino.   

 

34 Simeão os abençoou,

                   e disse a Maria, mãe do menino:

            

              "Eis que este menino

               vai ser causa de queda e

                                          elevação de muitos em Israel.

               Ele será um sinal de contradição.  

 

35 Quanto a você,

               uma espada(romfaia)(espada de dois gumes)

                       há de transpassar-lhe a alma.

               Assim serão revelados

                          os pensamentos de muitos corações."

 

PROFECIA DA PROFETIZA ANA

 

2,36 Havia também uma profetisa chamada Ana,

               de idade muito avançada.

               Ela era filha de Fanuel,

                            da tribo de Aser. (Gn 30,13)

               Após a virgindade,

               vivera sete anos com o marido.  

37 Depois ficou viúva,

              e viveu assim até os oitenta e quatro anos.             (12 x 7)

                   Nunca deixava o Templo,

                   servindo (a Deus), noite e dia,

                   com jejuns e orações.  

38 Ela chegou nesse instante,

                         louvava a DEUS(19/21),

                     e falava do menino a todos

                     os que esperavam a libertação de Jerusalém(3/6).

*************

* 25-40: Simeão e Ana também representam os pobres que esperam a libertação. E Deus responde à esperança deles. O cântico de Simeão relembra a vida e missão do Messias: Jesus será sinal de contradição, isto é, julgamento para os ricos e poderosos, e libertação para os pobres e oprimidos (cf. Lc 6,20-26).